Faz tempo que a internet deixou de ser um mundo vasto para ser um elo entre pessoas. E-mails, programas de mensagens instantâneas, vídeo conferências, tudo conectado, distribuindo e autorizando informações. Orkut veio para diminuir o espaço entre as pessoas e causar um grande encontro via cabos e redes, assim como o Facebook e o MySpace.

Eis que surgiu o Twitter, e com ele, ferramentas e serviços para melhorar o vicio dos internautas, neste incrível miniblog de 140 caracteres. São inúmeros formatos para simplificar a vida e nos deixar cada vez mais apaixonados pela internet.

Uma delas, e que nos chamou muita atenção – para usar durante o expediente no Twitter -, são os encurtadores de URL’s. Nunca ouviu falar? Tem certeza? Eu te explico: os encurtadores têm como objetivo ajudar o usuário a enviar links através do Twitter, economizando caracteres.

Por exemplo, você quer mandar um link para alguém e sua mensagem iria ultrapassar o limite dos 140 caracteres. Com uma ferramenta de encurtar URL’s, seu link passa a ter um tamanho de 15 letras, economizando espaço e assim, ajudando a divulgar as informações.

Só o fato de deixar a URL menor, já faz dos encurtadores uma ferramenta interessante, porém alguns sites vão além. O Migre.me (por exemplo) permite saber a quantidade de pessoas que acessou aquele link e cria um ranking diário de links mais acessados; fora isso, ele possui uma ferramenta de verificação que exclui automaticamente os spams. Para facilitar a vida de empresas que vivem sorteando prêmios no Twitter, a Kingo Labs (empresa que desenvolveu o Migre.me) também criou o Sorteie.me. Com ele, é possível fazer sorteios entre as pessoas que re-twitaram certo link do Migre.me, assim como acontece com o Random.org.

E opções não faltam para os encurtadores! Seguem alguns deles: Bit.ly, TinyURL, Ow.ly, 307.to (tem até um plugin compatível com o Firefox), Vqv.me, entre outros. Em meios a tantas escolhas, até a Google e a Microsoft resolveram criar seus próprios encurtadores, goo.gl e binded.it, respectivamente, para não ficarem fora da briga, claro.

Vamos concordar que encurtar URL’s não é algo assim sensacional. Apesar de deixá-las mais fáceis de postar, e melhores para se memorizar, encurtar o link em si é só a camada mais externa de algo muito maior que podem oferecer, dentre todos eles. O fato é que as URL’s curtas funcionam como um “page rank”, permitindo saber quais delas possuem mais relevância, e com isso melhorando as buscas em tempo real.

O que o futuro nos reserva nesse mercado ainda é um mistério. Saber que os serviços irão evoluir não é novidade pra ninguém. Com a competição se tornando cada vez mais acirrada, cada plataforma está dando seus passos em direção a algo completamente novo, nos resta apenas, esperar ansiosos pelas mudanças.

“Este post está participando do Concurso Profissão Blogueiro, que vai premiar três blogueiros com netbook e kit completo para quem quer ter um blog de sucesso.

Acesse:www.ideiasnoar.com.br/profissaoblogueiro