Tag Archive: Cinema


Salve salve pessoas!

Saindo fresquinho do forno nesta quarta-feira muuuuuito corrida e animada atrás de um computador novo. Então é 90% de certeza que semana que vem estaremos mais calmos e mais adiantados!!! Abraços!!

Nota: Deixe um recado! Um comentário! Quer dar opiniões? Mande um e-mail para action.nerds@gmail.com

Leo Luz completa 22 meses com a pessoa que ama: KellxD.

[review] Ilha do Medo

Who the 67’th?

No último domingo, Kell e eu fomos para o cinema com a grande dúvida de qual filme assistir: Ilha do Medo, Livro de Eli ou Guerra ao Terror. Como o cinema daqui é imprevisível, decidimos pelo ganhador do Oscar 2010. Porém, como eu disse, havia mudados o horário da sessão e escolhemos por fim, Ilha do Medo.

Um misto de medo e vontade nos bateu desde o primeiro momento que assistimos o trailer e a expectativa para ver o filme só aumentava, seja pelo mistério do enredo, seja porque é mais uma obra de Leonardo DiCaprio e Martin Scorsese juntos. Talvez até, uma mistura bem elaborada de ambos.

Luzes se apagaram, tela cheia para a exibição e trailers já conhecidos – todos ótimos – antes de uma experiência nova e muita ousada vindo de um diretor pragmático. Ilha do Medo se encaixa perfeitamente no gênero de suspense, mas tinha algo ali que nos mostrava um terror Anos 80, com sua chuva, seu toque de piano, e câmera full-closed, fechadas, direto no rosto de cada atuante.

Claro que nada é por acaso. Vemos ali a maestria de Scorsese com trocas rápidas de cenas, ora mostrando os investigadores, ora mostrando o chefe do hospital. A cena inicial, por entre a nevoa marítima – relembrando filmes passados do diretor -, os cortes na montagem, tudo ali caminha para mais um épico filme, assim como Os Infiltrados. Os caminhos tortos comparando a guerra vivida pelo policial à instituição psiquiátrica, DiCaprio servindo de boneco numa conspiração, até o pensamento do que é real dentro da Ilha.

Na história ambientada em 1954, a dupla de oficiais federais (Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo) investiga o desaparecimento de uma paciente que escapou de um hospital psiquiátrico – a Ilha do título -, e descobrem que tudo aquilo presente no lugar é muito mais do que eles mesmo desconfiam.

Elenco – Além dos citados, Ben Kingsley está memorável como chefe do hospital e Michelle Williams convence como a esposa de DiCaprio. Destaque para Jackie Earle Haley que se mostra versátil atuando como louco – ele foi o Rorschach, em Watchmen e será Freddy Kruger na nova refilmagem.

O mais intrigante do filme é que 80% da sala na qual estávamos, não entendeu que se passou ali. Aliás, eu mesmo estou pensando no que aconteceu durante os 138 minutos. Durante a trama, somos apresentados a diversos personagens que completam a história e se tornam peças no grande quebra-cabeça que está acontecendo na Ilha. As pistas para encontrar o paciente desaparecido surgem para o policial, assim como a chuva que castiga o lugar, parecem mostrar para o espectador que existem duas ilhas, uma dentro e outra fora de seus prédios.

No final, (sem spoilers) o diretor nos apresenta todas as respostas que ele havia plantado durante o filme. Ele encerra os fatos como eles deveriam ser apresentados. O que intriga é que a verdade que vimos no começo do filme deixa dúvidas sobre qual filme assistimos, sobre qual lugar estamos sentados no cinema: de dentro do prédio do hospital ou percorrendo os jardins atrás de pistas. Minha pergunta final é ‘Temos que aceitar a verdade imposta ou iremos continuar a jogar o RPG do filme?

Confira o trailer de Shutter Island.

Leo Luz ainda não conseguiu se desfazer da camisa de força.

[review] Sherlock Holmes, elementar meu caro nerd

Podem falar o que for, mas o novo perfil de Sherlock Holmes com certeza vai ficar marcado por um bom tempo na história do cinema.

Quando ouvi falar que ia sair um filme sobre o mestre de desvendar mistérios, me empolguei bastante, mas cá entre nós, não procurei saber muito do filme, só sabia que contava com o Homem de Fer… digo, Robert Downey Jr. e com Jude Law, que faria o parceiro de Holmes, Dr. Watson.

Os trailers me deixaram fascinada. Algumas cenas pareciam a “Super Câmera” do Discovery Channel e eu simplesmente adoro isso. Explosões, tiros, comédia… Perfeito.

O filme, como todo bom filme, traz tudo que o trailer mostrou… em dobro. Sr. Holmes prevendo os ataques inimigos, cheirando destroços para tirar suas conclusões, me faziam vibrar na cadeira… o cara é foda!

Robert Downey Jr. está se superando cada vez mais no cinema, e Jude Law não ficou pra trás, botou as asinhas de fora, e mostrou quem é o único que consegue agüentar (ou não) o detetive paranóico.

Temos também no elenco Mark Strong como Lord Blackwood e Rachel McAdams como Irene Adler, antiga rival que, aparentemente é a única que consegue seduzir Holmes para se dar bem na história.

Gostei muito da trama e em como foi trabalhado o roteiro, falas bem-humoradas assim como as caretas de Downey Jr. foram essenciais para deixar o mistério um tanto quanto cômico.

A trilha sonora composta por Hans Zimmer (o Deus das trilhas sonoras em filmes) ficou completa, dando um ar mais divertido para as cenas de lutas.

Engraçado que, no final o filme me deixou com um ar de “ahn?” e pum, acabou. Não pela história em si, pelo contrário, ela foi muito bem explicada. Mas parece que ficou faltando algo, como se uma continuação fosse incrivelmente necessária para tirar essa sensação. O que me pareceu, em minha humilde opinião, algo muito forçado.

História boa, atores melhores ainda e cada cena com sua dose certa de humor, o diretor Guy Ritchie, fez um ótimo trabalho, com pessoas certas. Mas eu particularmente, espero bem mais do segundo filme…

Nota: O segundo filme já foi confirmado com o mesmo elenco, e contará a possível história do Professor Moriarty (o grande vilão dos livros). As filmagens começam em junho deste ano.

Kell tem um bom professor que a está ajudando para escrever reviews. (S2)

Post Extra – Homem Aranha 4 parado!!

Galera…mal posso conter minha felicidade. Tenho que fazer um post urgente em nome do Action Nerds e podemos dizer: AINDA BEM!!! Por que tudo isso? Simples. A Sony parou a produção de Homem-Aranha 4. Assim. Parada. Standing still.

O motivo? O roteiro.

Sam Raimi como bom cineasta que é, desaprovou totalmente o roteiro escrito por James Vanderbilt, que foi revisado por David-Lindsay Abaire, que depois foi revisado por Gary Ross. Os três são bons roteiristas e têm bons créditos em seus nomes, mas a Sony interferia constatemente no trabalho deles, e Sam Raimi não gostou da colcha de retalhos que ficou.

Raimi queria mostrar o Lagarto, o que seria natural, pois o personagem Curt Connors já apareceu no segundo e no terceiro, mas a Sony queria o Abutre, e, pior ainda, queria dar uma parceira pra ele, que em inglês iria se chamar Vulturess. Como isso seria traduzido, alguém me diz? Uma pontinha de esperança surgiu quando John Malkovich foi anunciado como o possível intérprete do vilão. Até aí tava legal. Anne Hathaway no papel de Felicia Hardy também tava legal, porque com a intepretação e o figurino certos, ela fica totosa demais…

Mas não rolou nada disso, e algum executivo inteligente da Sony decidiu que é melhor paralisar o filme por tempo indeterminado. Ou seja, nada de filme de Homem-Aranha pelo menos até 2012. A decisão foi tomada no dia 5 de janeiro.

É isso aí galera. Nada de Spider-Man 4. Melhor assim. Os filmes recentes da Marvel mostram um cuidado melhor com as histórias de seus filmes, e um filme feito na coxas como este poderia manchar para sempre o Homem-Aranha no cinema.

Vida Longa e Próspera \\//

GuValente se diverte mais vendo Batman & Robin do que Homem-Aranha 2.

2010 no cinema – parte 2

Continuando a rodada de melhores filmes/ adaptações/ lançamentos do cinema neste ano. Divirtam-se e comentem! Nota do Editor – De última hora, lembrei dos dois primeiros filmes aqui que não poderia deixar de lado.

InvictusDir. Clint Eastwood, estrelando Morgan Freeman, Matt Damon, Tony Kgoroge, entre outros.

O filme conta sobre o fim do aparthied na África do Sul e como Nelson Mandela (Freeman) foi eleito presidente do país. Para tirá-lo da crise, Mandela junta forças com o capitão do time de rugby, Francois Pienaar (Matt Damon), o mais famoso esporte naquela época. Um filme de Clint Eastwood podemos esperar heróis, superação, humanidade e um drama forte, de caráter e uma bela direção. Estreia em 29 de janeiro.

Os MercenáriosDir. Sylvester Stallone, estrelando Stallone, Jet LiJason StathamDolph LundgrenMickey Rourke, Gisele Itié e uma participação especial de Arnold Schwarzenegger e Bruce Willis, entre muitos outros.

Desta vez, o personagem de Stallone lidera um grupo de mercenários em uma incursão na Ilha de Corza, nas proximidades de Cuba, para derrubar o ditador General Garza. Sly promete trazer às telonas muita pancadaria, tiroteio, explosões e quem sabe talvez pés na porta e muitos tapas na cara. Estreia em 23 de abril (EUA).

Fúria de TitãsDir. Louis Leterrier, estrelando Sam Worthington, Liam Neeson, Ralph Fiennes, Alexa Davalos.

O semi-deus Perseu (Worthington) lidera um grupo de guerreiros contra Hades (Fiennes), após este matar sua família inteira. Agora Hades precisa ser detido antes que ele consiga roubar o poder de Zeus (Neeson) e dominar o Monte Olimpo. Os trailers mostram um filme de visual interessante e idéias que atualizam e honram ao mesmo tempo, o filme original de 1981 que tinha efeitos do mestre Ray Harryhausen. Para este que vos fala, é o filme que mais espero em 2010 e creio que eu não vá me decepcionar. O elenco também é forte, com nomes de peso como Liam Neeson e Ralph Fiennes, além do novo astro do cinema, Sam Worthington. Estréia em 2 de abril.

Alice no País das MaravilhasDir. Tim Burton, estrelando Mia Wasikowska, Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Crispin Glover.

O filme vai mostrar o retorno de Alice ao País 10 anos depois, ainda que ela não se lembre de ter estado lá antes. A Rainha de Copas agora manda em tudo e começou uma era de sombras. Alice junto com o Chapeleiro Louco e mais antigos amigos irão lutar para que o País das Maravilhas volte a ser o que era. Tim Burton. Johnny Depp. História surreal. Visual incrível. Promete muito. Preciso dizer mais? Estreia em 5 de março.

Homem de Ferro 2Dir. Jon Favreau, estrelando Robert Downey Jr., Mickey Rourke, Gywneth Paltrow, Scarlett Johansson, Don Cheadle, Sam Rockwell.

Após recusar o pedido de Nick Fury para entrar na Iniciativa Vingadores, Tony Stark se vê pressionado pelo governo para entregar a tecnologia do Homem de Ferro aos EUA, coisa que ele não quer fazer. Não bastasse isso, Stark terá que lidar com o vilão Whiplash, que é obcecado por matar Stark e constrói uma armadura e um chicote feito de eletricidade com os restos de outra armadura antiga do Homem de Ferro (ou do Iron Monger, ainda não foi divulgado nada sobre isso). O fator surpresa do filme anterior não existe mais, o que torna Homem de Ferro 2 um filme que será analisado até a última ponta pelos fãs e pelo público em geral também. Mas o trailer é bonitão e creio que este filme virá para ficar igual o primeiro. Estréia em 30 de abril.

Prince of Persia – Sands of TimeDir. Mike Newell, estrelando Jake Gyllenhaal, Gemma Arterton, Ben Kingsley, Alfred Molina.

O príncipe Dastan (Gyllenhaal) é injustamente acusado do assassinato do rei da Pérsia, que na verdade foi armado por seu irmão, Nizam (Kingsley). Agora Dastan terá que encontrar um adaga que pode convocar as areias do tempo, um poder que pode controlar o tempo e dar o governo do mundo ao seu dono. O filme está sendo tratado como prioridade máxima dentro da Disney, que quer transformar Prince of Persia no seu novo Piratas do Caribe. Os trailers mostram uma aventura agitada, com visual bonito e trama ágil. Promete uma ótima diversão com os amigos. Estréia em 28 de maio.

A OrigemDir. Christopher Nolan, estrelando Leonardo DiCaprio, Ken Watanabe, Ellen Page, Marion Cotillard, Joseph Gordon Levitt.

Uma trama de ação e ficção científica que acontece dentro da arquitetura da mente. Você que viu os trailers deve saber tanto quanto eu agora. Mas Christopher Nolan não sabe fazer filme ruim. E o Leo DiCaprio só escolhe coisa boa pra fazer atualmente. Então…In Nolan We Trust. Ainda mais depois do Batman né? Estréia em 16 de julho.

Essas são, pelo menos para mim, os filmes mais aguardados de 2010. Temos muitos outros é claro e vou relacioná-los abaixo, apenas nome e data de estréia no Brasil OKeis?

Harry Potter e as Relíquias da Morte parte 1novembro de 2010

Toy Story 318 de junho

Legião (promete surpreender muito) – 28 de março

Robin Hood de Ridley Scott14 de maio

O Último Mestre do Ar (desenho Avatar da Nickelodeon) – 2 de julho de 2010 (temporada de férias da criançada. Vai chover grana pra eles hein…)

Eclipse (aka A Máquina Geradora de Grana e Gritos no Cinema parte 3 ou A Volta dos que Não Foram 2 – O Regresso) – 30 de junho

Tron Legacy17 de dezembro

As Crônicas de Nárnia – A Viagem do Peregrino da Alvorada10 de dezembro

Besouro Verde10 de dezembro

É isso aí povo. Desculpem se deixei passar alguma coisa na lista ali em cima e espero encontrar todos vocês no cinema esse ano hein! Como puderam ver, filme não falta pra sair de casa. Então… bora pro cinema meu povo??

É…nada de Star Trek no cinema esse ano. Eu posso viver com isso.

Vida Longa e Próspera \\//

GuValente adora terror e sci-fi, mas é fã do Leonardo DiCaprio.

2010 no Cinema – parte 1

Howdy!

Em primeiro lugar, queria desejar a todos que leem e acompanham o Action Nerds: um 2010 maravilhoso, cheio de conquistas e saúde pra todo mundo. E fiquem preparados hein, pois 2010 é O Ano em que faremos Contato! Hahahaha

Anyway, vou listar aqui – agora – algumas das estreias importantes de 2010 e quais as minhas expectativas em relação a elas. 2009 sem dúvida foi o ano da ficção científica, onde filmes como Star Trek, Exterminador do Futuro 4, Distrito 9, O Dia em que a Terra Parou e Avatar mostraram ao mundo que o cinema de ficção científica ainda está vivo, saudável, e em plena juventude!

Mas 2010 promete ser um ano de blockbusters arrasadores. Analistas já previram que o ano de 2010 pode ser um dos mais rentáveis devido ao grande número de filmes blockbusters programados para 2010. Aí vão alguns deles:

Sherlock HolmesDir. Guy Richie, estrelando Robert Downey Jr., Jude Law, Rachel McAdams, Mark Strong.

O filme tem feito sucesso de público e de crítica nos EUA e promete repetir o sucesso no Brasil devido ao apelo de Downey Jr. ao público. A trama mostra um Holmes um pouco diferente dos livros de Sir Arthur Conan Doyle. Ele e seu escudeiro Watson (Jude Law) terão que encarar um líder de um culto sobrenatural. Estréia em 8 de janeiro.

Onde Vivem os MonstrosDir. Spike Jonze, estrelando Max Records e vozes de James Gandolfini, Paul Dano e Forest Whitaker.

Depois de uma produção turbulenta e problemática, o filme agradou muita gente nos EUA pela sua história cativante, mas o filme apela mais à criança dentro de cada adulto, do que as crianças em si. Promete ser um belíssimo filme julgando pelos trailers. A trama conta a história de um menino de castigo no seu quarto que vai parar em um mundo habitado por criaturas peludas e pacíficas. Os monstros coroam o menino como seu rei e daí surgem alegrias e alguns problemas também. Estréia em 15 de janeiro.

Um Olhar do ParaísoDir. Peter Jackson, estrelando Saoirse Ronan, Mark Wahlberg, Rachel Weisz e Susan Sarandon.

O filme conta a história de uma menina que é assassinada pelo seu vizinho, e partir disso, seu espírito passa a acompanhar a vida de sua família, enquanto eles tentam superar sua morte. Ela também passa a acompanhar seu assassino, enquanto ele se prepara para matar novamente. Peter Jackson aqui tenta a mão em um drama com toques de espiritismo e pode dar muito certo ou muito errado. Mas acho que podemos dar um voto de confiança ao diretor da trilogia O Senhor dos Anéis não acham? Estréia em 5 de fevereiro.

Ilha do MedoDir. Martin Scorsese, estrelando Leonard DiCaprio, Mark Ruffalo, Ben Kingsley, Max von Sydow, Jackie Earle Haley.

Dois policiais vão parar num hospício em Shutter Island, uma ilha isolada e sem contato com o mundo externo. Lá eles investigarão o sumiço de uma paciente enquanto tentam manter suas sanidades neste local que parece esconder inúmeros segredos. Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio. Só isso, nem precisa dizer mais nada. Estréia em 5 de março.

O LobisomemDir. Joe Johnson, estrelando Benício del Toro, Anthony Hopkins, Emily Blunt e Hugo Weaving.

O filme se passa na Inglaterra Vitoriana no século XIX. Larry Talbot (Del Toro) volta para investigar o desaparecimento de seu irmão. Além disso, alguém ou alguma coisa está matando os habitantes de uma vila. Enquanto Talbot investiga, algo de muito errado está acontecendo com ele, principalmente em noites de lua cheia. Os trailers mostram um filme com um visual apurado e sem economia no sangue. Em tempos de vampiros de brilham no Sol, é uma ótima idéia ver um terror requintado e de verdade, ainda que não seja exatamente assustador. Imperdível. Estréia em 12 de fevereiro.

Nota do Editor: Essa foi a primeira parte do gigante texto do Gu Valente. Amanhã tem mais, fiquem ligados no Action Nerds!

Sphere Grid – Lv.1

Take that people!

Hoje é a estréia de uma nova coluna aqui no Action Nerds! Nesta sessão irei comentar sobre algumas novidades (ou não), do mundo nerd, otaku, musical e o que mais vocês quiserem!

Então, não deixem de comentar, sua opinião é muito importante para o crescimento do blog. E não esqueçam, se quiserem nos enviar um e-mail, fiquem à vontade: action.nerds@gmail.com

Vai Planeta! o/

[Anime Sphere] Blood+

“Também conhecido como Blood Plus, o anime é uma série de 50 episódios que conta a história da colegial Saya, que tem uma vida normal com sua família adotiva, exceto pelo fato de ela não conseguir se lembrar de nada de seu passado.

A história muda quando ela encontra um homem misterioso chamado Haji, que julga saber da vida inteira de Saya, e juntos começam a combater estranhas criaturas que se alimentam de sangue humano, chamados de Chiropteras, já que o sangue de Saya é o único que consegue derrotá-los”.

O anime Blood+ foi inspirado no filme de animação Blood: The Last Vampire, que parece ser um tipo de OVA, contando uma parte da vida passada de Saya. Temos também três mangas da série:

  • Blood+, por Asuka Katsura. Tem cinco volumes e é baseado na história do anime, mas possui várias mudanças no enredo, inclusive na caracterização de personagens.
  • Blood+ Adágio (ou Blood+ A), por Kumiko Suekane. É uma série de dois volumes e segue uma história de Saya e Haji durante a Revolução Russa.
  • Blood+ Yakō Jōshi, (ou Blood+: City of the Night Walkers), por Hirotaka Kisaragie, que narra uma história vivida por Haji antes do “despertar” de Saya.

O enredo do anime é forte, com essências de humor e drama suficientes para te fazer chorar e rir no mesmo episódio. Recomendo 100%. =D

Trailer Oficial Blood: The Last Vampira [Live]

Blood+ Opening


[Movie Sphere] O Poder do Soul

O filme é um documentário sobre o grande e lendário festival de música “Zaire 74” e mostra toda a experiência e performance de grandes estrelas da música soul, como James Brown, B.B. King, Bill Withers, Célia Cruz, e muito mais. O concerto atingiu um significado mitológico, passando a ser considerado o maior evento afro-americano do século 20.

Características do Filme:

  • Título original: Soul Power
  • Diretor: Jeffrey Levy-Hinte
  • Elenco: James Brown, B.B. King, Bill Withers, Celia Cruz, Muhammed Ali
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 93 min
  • Ano: 2008
  • Data da Estreia: 18/12/2009
  • Classificação: Não recomendado para menores de 14 anos

Prêmios:

  • Concorreu no Festival de Berlim (Alemanha) e Tribeca (Estados Unidos).

Trailer Oficial

[Game Sphere] MadWorld – Wii

Não sou muito fã de Wii, e muita gente conhece a minha antipatia, mas posso dizer que MadWorld é um dos melhores jogos para o console. Lançado em março de 2009, o jogo foi desenvolvido pela Platinum Games e distribuído pela Sega ao redor do mundo.

MadWorld consegue se destacar por seu visual de quadrinhos, todo em preto em branco (apenas o sangue tem cor), e teve como inspiração, a HQ Sin City, de Frank Miller.

Em terceira pessoa, você controla o personagem principal, Jack, que está em uma espécie de reality show, criado por terroristas, onde acontecem puzzles, mini games e lutas, onde a violência é obrigatória para passar as fases.

O jogo foi muito bem recebido pelo público e pela crítica, elogiando o estilo, a música e a jogabilidade.

Recomendo!

Site Oficial

[Music Sphere] Master of Darkness – Star One

Star One é uma ótima banda pra quem é nerd e gosta de metal progressivo, como já foi citado anteriormente aqui no Action Nerds, e vou usar esse espaço para indicar algumas “obras-primas” de respeito.

Pois bem, a música que irei recomendar deles é justamente sobre um filme muito aclamado entre os nerds (Tá, talvez esse nem tanto), mas a música relata exatamente a batalha mais esperada do cinema: Anakin Skywalker contra Obi-wan Kenobi.

Master of Darkness conta com um duelo falado sobre a transformação de Anakin e seu mestre, além de seu conflito interno entre ir para o lado negro, ou não, da Força.

São 6 minutos de doubles constantes na bateria, o som pesado da guitarra e as vozes da música dão um ar mais medonho, fazendo jus ao verdadeiro progressivo.

Assista aqui ao vídeo da música com cenas da luta e as falas dos personagens marcantes de Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith.

Aqui, Kell vai mostrar o que é coisa boa de verdade.

Avatar, por GuValente

Howdy!

Em primeiro lugar, peço desculpas por este review não ter saído no dia prometido. Tive alguns problemas de tempo e problemas no PC aqui também. MAS agora que tudo está resolvido, vamos ao que interessa.

Avatar é um filme inesquecível. Só isso pode resumir a experiência (sim, experiência) que é ver este filme no cinema. James Cameron criou um filme tão rico que é até difícil saber por onde começar a falar, então, vamos ao caminho óbvio.

O visual. Os efeitos em CG do filme são de um realismo que eu jamais tinha visto antes no cinema. Mesmo assistindo em um cinema normal aqui em Jundiaí, o visual do filme é alucinante, tanto as poucas tomadas no espaço, quando o céu de Pandora, uma das paisagens mais belas do cinema. A performance dos Na’vi é convincente ao extremo. Eles não parecem artificiais em nenhum momento do filme, seus olhos são expressivos e suas emoções e sentimentos são palpáveis, criando assim uma identificação com o espectador.

A trama, como muitas criticas tem apontado, guarda semelhanças com várias obras como Dança com Lobos, Pocahontas, A Missão, além dos textos de Edgar Rice Burroughs (criador de John Carter of Mars).  Mas isso é um ponto positivo para o filme, pois Cameron mistura os elementos certos de cada uma dessas histórias para contar a história que ele quer contar.

Aqui a trama se passa no século XXII. Jake Sully é um fuzileiro paralítico que é chamado para participar do programa Avatar,  substituindo seu falecido irmão gêmeo. Ele vai trabalhar na lua de Pandora, a 4 anos-luz da Terra, que é habitada pelos Na’vi, criaturas azuis e esguias com 3m de altura . Pelo ar de Pandora ser venenoso aos humanos, Jake e a equipe de cientistas irão projetar suas consciências em corpos Na’vi geneticamente alterados. O cel. Quaritch ordena que Jake se infiltre na cultura dos Na’vi para lhes passar informações, já que a empresa SecFor está interessada nos recursos naturais de Pandora, mas Jake acaba se encantando com Pandora, com os Na’vi, e com Neytiri. Isso pode ser o suficiente para desencandear um terrível massacre em cima dos Na’vi que vivem pacificamente em Pandora.

Sam Worthington se firma como um novo nome no cinema ao interpretar o fuzileiro Jake Sully. Sua atuação é cheia de sutilezas interessantes até mesmo na captura de movimentos, sendo seu melhor momento no filme quando ele se vê no corpo de um Na’vi e podendo andar pela primeira vez. Ele também entrega uma ótima performance nas cenas de ação, mostrando ser um ator bem esforçado cujo futuro no cinema parece brilhante.

Zöe Saldana tem a missão mais complicada do filme, por ser a única protagonista a não mostrar seu rosto original. Mas sua Neytiri é uma criatura fascinante. É uma típica mulher dos filmes de Cameron:  guerreira, forte, decidida, mas é também amorosa, dedicada e apaixonada. Sua personagem é apaixonante, e quando ela sofre ao ver as atrocidades dos humanos, o público fica comovido por suas lágrimas (que eu poderia jurar que são reais).

O resto do elenco também não deixa a desejar. Sigourney Weaver, Michelle Rodriguez, Joel David Moore, Giovanni Ribisi, Wes Studi e CCH Pounder mostram todo o seu talento na tela com os seus personagens, ao mesmo tempo em que Stephen Lang cria um Cel. Quaritch memorável, daqueles vilões  que adoramos odiar.

Em resumo, Avatar é um filme que será muito comentado daqui para a frente. Os críticos e cinéfilos que torciam o nariz para o filme antes mesmo de seu lançamento, agora se admiram em ver o quanto estavam errados. Cameron volta com um épico inesquecível, que merece ser visto muitas vezes no cinema, e no futuro, em DVD e Blu-Ray.

Bom pessoal. Eis aí a minha opinião sobre Avatar. Não sou crítico de cinema, portanto perdoem quaisquer falhas no texto =D…E mais uma vez perdoem o meu atraso.

Vida Longa e Próspera \\//

(Leo e Kell, quero ver reviews seus também hein!!! hahaha brincadeera).

Texto escrito por Gu Valente.

Nas locadoras – Arrasta-me Para o Inferno

Howdy!

Já chegou nas locadoras o filmaço dirigido por Sam Raimi, Arrasta-Me Para o Inferno (Drag Me to Hell).

Christine Brown (Alison Lohman) é uma gerente de empréstimos linda, tem o namorado ideal e um futuro promissor no emprego. Quando a velha sra. Ganush (Lorna Raver, em papel memorável) tem um pedido de empréstimo negado por Christine, que quer impressionar seu chefe (David Paymer), a velha joga uma maldição na pobre moça. Por 3 dias ela terá visões horripilantes de Lamia, um demônio que assume a forma de um bode sinistro. Apesar da descrença de seu namorado, Clay (Justin Long), Christine decide procurar o médium Rham Jas (Dileep Rao) que poderá ajudá-la a escapar do cruel destino que a Lamia reserva para ela.

Sam Raimi dá um show de direção, a fotografia de cores quentes combina com o tom do filme, e as atuações são muito boas, especialmente de Alison Lohman, tornando Christine uma moça apaixonante, fazendo com que realmente torçamos que ela se livre da maldição. Justin Long se sai bem como o namorado descrente, mas compreensivo, e Lorna Raver cria uma vilã memorável, que com certeza será lembrada entre os personagens marcantes do cinema de Terror. Destacando também Dileep Rao, que confere um ar confiável ao médium Rham Jas e brilha na cena da sessão demoníaca no meio do filme.

Alternando momentos de puro terror trash, e boas cenas assustadoras, Arraste-me Para o Inferno é uma ótima pedida de filme para se ver com os amigos, dar umas risadas das partes trash do filme, e se divertir com uma história bem contada que, apesar de seus momentos de humor negro, é um terror bem realizado e possui uma história bem imprevisível.

O DVD conta com vários pequenos featurettes apresentados por Justin Long, que podem ser conferidos separadamente ou de uma vez só, totalizando mais de 30 min. de bastidores do filme. O DVD também contém os trailers de Funny People, Alma Perdida, Bastardos Inglórios (a Kell tá doida pra ver esse filme de novo não é?) e Inimigos Públicos. Ainda não há previsão para a data de venda do filme.

Corra para a locadora e garanta um final de semana assustador, e o melhor de tudo, divertido.

Vida Longa e Próspera \\//

Texto escrito por Gu Valente.